Arquivos da categoria: Textos

Para a minha Amazônia bordada

Para Bruno e Dom
Para a minha Amazônia bordada
Para a Amazônia
Para o povo da Amazônia
Para os nossos primeiros habitantes
Para a cultura indígena
Para a Amazônia viva
Para tudo o que eu acredito
Para a uma vida melhor para todas as futuras gerações
Para a Amazônia
Para a Amazônia viva
Para o pulmão do mundo

Shurastey

Uma história de um homem  e seu lindo cachorro e o seu fusca
História de amor …
O amor mas puro e verdadeiro o homem e o seu melhor amigo
Agora que tenho uma cachorrinha aprendi um pouco deste amor canino se tenho coragem de colocar a maltes Nenê em um carro e sair pelo mundo entre montanhas e cachoeiras acho que não os meus sonhos são mas concentrados na minha Sampa da garoa mas a nenê anda me acompanhando em todas as minhas loucuras nas minhas artes nas aulas de ballet ! E estamos aqui para viver … resolvi fazer está Ilustração por que esta história me tocou fundo o amor , o sonho , a coragem … obrigada Shurastey e Jesse _ por me ensinarem um pouquinho mas do amor , e sonhos são para serem vividos!
Eu e a Nenê vamos em frente aprendendo um pouquinho a cada dia e lutando pelos nossos sonhos ..,

Obrigada também a Julieta pelo mundo foi pelo perfil dela que achei o Shurastey_ !

 

Feliz aniversário para mim

Feliz aniversário para mim
O 7 de abril
Eu nasci antes do tempo, acho que de certa forma escolhi o dia 7 do 4
Perto da Páscoa já no outono, eu que amo o inverno mas também amo as tardes de verões, com uma água geladinha para nadar, em busca de sonhos
Os sonhos que nestes 41 anos foram muitos , alguns bordados, alguns que ficaram só no papel e foram reecritos , de outra forma , hoje estou aqui a ver o mar que vai e vem, assim como a vida quem diria isto há um ano atrás que eu estaria na praia hoje a comemorar mas um ano de vida , dentro de mim a várias gabys , a sereia do mergulho de hoje a tarde , a pirata em busca da felicidade da foto que estou bordado, dentro de mim há um pouco ou muito de todoas as pessoas que passaram pela minha vida, e hoje eu escolho seguir pelas águas da vida de maneira pura, que venha mas 41 anos … os 41 anos comemorado no apartamento 41

O palco

O palco

Hoje pela manhã minha professora de ballet perguntou-me se eu gostava de dançar no palco? Sim eu gosto, gosto das luzes a bilhar, da música. A tocar, gosto do (cor) de rosa da maquiagem, que nunca uso , gosto de ajudar a professora das crianças, cortar as cordinhas das sapatilhas mirins, porém este ano não tive coragem por causa da pandemia, mas gosto dançar e esquecer que lá, no fundo do teatro com cadeiras vermelhas há uma plateia, eu gosto de sentir as luzes, não gosto de ser vista, mas gosto do palco, vai entender, outro dia uma professora minha que admiro e tem uma carreira no teatro, disse que eu tinha uma voz doce para gravar vídeos apesar da minha timidez, talvez seja as flores do caminho, talvez seja a alma a dançar,.

Carta ao Papai Noel

Querido papai Noel 

Querido papai Noel ..

eu poderia pedir uma bicicleta cor de rosa com cestinha ou uma bicicleta azul clara destas retrô, mas será que eu ainda sei andar de bicicleta? 

Quem sabe então um patins lilás ? 

Um uma sandália da Xuxa ainda existe? 

Um disco de vinil da Angélica aí não tenho mas vitrola!!!!

Uma Barbie astronauta ? 

Uma casinha de boneca ? Onde o mundo é perfeito!!!

Um patinete sem ser elétrico por que tenho um certo trauma de patinetes elétricos ! 

Um corda para pular? Acho que não sei pular corda mas …. 

Então uma sapatilha de ponta  de ballet talvez está sim um sonho antigo 

Um colar de anjinho eu gosto de anjos ou de nossas senhoras de tantos nomes ! 

Linhas novas.. para novos bordados ?

Pincéis, papeis  de aquarela , uma orquídea? 

Ah Papai Noel já sei vou querer um mundo livre desta pandemia! Um mundo com vacina para todos ! Um mundo com muita saúde e com muito amor ! 

Ah papei Noel escrevo olhando o mar ele vai e vem ! Parece calmo da para vir de navio quem sabe a sereia e os golfinhos te fazem companhia pelo caminho ….

Eu continuo aqui a bordar olhando para o mar e esperando dias melhores para o nosso Brasil e para o mundo ! 

A árvore aqui da frente já está iluminada esperando a sua chegada …

Era uma vez um caderno 

Era uma vez uma aula …

Era uma vez um caderno 

Um caderno de listras rosas com flores 

Com o Gaby escrito na capa 

Era uma vez um ano de aulas 

Histórias da vida real 

História de fadas , de monstro roxo com o arco íris na barriga 

A fafa Ayla , a branca de neve com anões a menos , a pequena sereia em outra versão, versões sem príncipes rs não gosto da versão do cavalo branco 

Histórias de momento de tristezas que deságuam nas linhas do caderno, o olho azul do meu avô paterno,  as histórias da máquina de escrever do meu avô materno! Os bordados as cores , história sobre o tempo , tudo lá no meu caderno de flores e listas … o caderno foi seguido seu fluxo! E chegou a fim , agora um novo caderno já está pronto para novas histórias … deste mesmo caderno saiu a ideia para escrever de outra forma o meu tcc …

Obrigada Lili por cada aula @lilianrferrari  obrigada pelo processo lindo da escrita

 

choro é feito de água

Dizem que choro é feito de água,  talvez seja feito de água e de sal para mim é feito de emoção de tristeza aquela que sai para fora do nosso eu do nosso eu mais puro do nosso eu mais precioso a lágrima que cura que deixa ir o  que machuca,  a alma machucada, a alma que tentar se encontrar em cada lágrima que tenta escrever uma nova história histórias muitas vezes superação, a lágrima que deixa a tristeza fluir,  o que vai , o sair o percorrer…. o percorrer os caminhos da face ,  o sair como as ondas oceano como água de um rio que deságua da alma que vai encontrando o seu rio  …. o processo do rio que vai desaguando nesse caderno de tantos momentos escritos,  a fada da tristeza, a fada azul de roupas roxas a fada que mora em um lugar bem longe no final da floresta no final de tudo onde a luz só aparece um pouquinho a luz no final do túnel  a fada que vai tentando encontrar suas próprias sombras, a fada  que tenta deixar e tudo aquilo que não faz bem a fada que fica tentando transformar a lágrima em sorriso o sorriso da alma a fada que vai tentando achar a sua luz interna a fada que buscar luz que termina este caderno buscando o que há de melhor em cada palavra porque metade de mim é poesia e a outra metade são palavras ao vento……..

texto aula Pinky /Bel

Uma quarentena teria 40 dias ?

Será ?

A minha teve quase dois anos 

Pouco sair neste tempo todo 

Os detalhes da casa foram ficando mas presentes 

Detalhes…. coisas miúdas que as vezes passam em branco 

Nos dias de céu azul e correria de São Paulo

Detalhes …. memórias de tempos que foi  …

porem ainda  fazem parte do nosso dia a dia 

As santinhas de tantos nomes Rita , Terezinha

As nossas senhoras aparecida, Nazaré , Fátima  

Por que é de fé em fé  de sonho e de pó 

As bonecas do frozen … livre estou… como se fala no filme

Mesmo aqui ,  no mesmo lugar 

Livre com os meus bordados 

Com linha e agulhas 

Com pincéis e tinta 

Com as flores de caminho ou melhor com as flores de casa 

Orquidias de muitas cores 

Álcool gel para todos os lados  e máscaras coloridas 

Novos tempos, novos acessórios 

A caminha rosa da cachorrinha que não para pela casa 

A vida que vai passando entre um ifood e outro 

As aulas on line , a arteterapia , os estágios 

A terapia ,

a vida a caminhar entre quatro paredes mas aqui tem um pouquinho mas eu acho 

Os pássaros a cantar nas árvores 

A cachorrinha a correr 

O tempo que não para 

O tempo que vai no ritmo do bater do coração

Novas ideias , bordados que falam da pandemia, que falam de rios de mapas , de memórias,  

Detalhes cada um com sua histórias 

Ursinhos de alguma viagem para o outro lado do oceano 

Oceano que vai em vem 

Detalhes o violão parado no canto 

O violão que só sabe tomar com uma de um certo padre do interior 

A máquina de costura parada em outro canto da casa 

textos e mas textos escrito no meu caderno florido 

Estrelas do céu a bilhar 

O mundo que gira como uma roda gigante 

A tv a mostrar as histórias de uma pandemia sem fim 

Agora há uma luz 

A luz a bilhar 

As aulas on line

o Ballet on line a vida que dança 

A aquarela on line as cores e suas manchas 

Cores que foram colorindo dias de isolamento 

Cores , palavras , linhas , tecidos 

Um universo inteiro criado dentro de casa 

Casa meu pequeno laboratório de criatividade 

Os detalhes estão aqui e ali a acompanhar os meu pincéis e as minhas agulhas 

Além do arco íris 

Além do arco íris 

Além do arco íris 

Deve ter um pote de fantasia 

Onde  todo sonho é possível 

Quem sabe ser a Elza e a Ana do frozen 

A Cinderela que nunca perde o sapatinho 

Ser a bela e seu vestido amarelo 

Ou ir mas longe que sabe ser um astronauta 

Ou morar no planeta do pequeno príncipe 

Voar com a fada sininho

Ir atrás de cada cor do arco íris 

À procura dos nossos sonhos 

Dos sonhos mas puros da infância 

Dentro de mim sempre vai existir aquela menina que um dia sonhou em ir atrás do arco íris , à procura das cores , das fadas dos unicórnios 

Feliz dia das crianças para todos nós por cada um trás consigo um pouco daquela criança que um dia foi 

Nunca parem de sonhar com o arco íris ele está logo ali e só olhar com o coração!