Arquivo da tag: memorias afetivas

Feliz aniversário para mim

Feliz aniversário para mim
O 7 de abril
Eu nasci antes do tempo, acho que de certa forma escolhi o dia 7 do 4
Perto da Páscoa já no outono, eu que amo o inverno mas também amo as tardes de verões, com uma água geladinha para nadar, em busca de sonhos
Os sonhos que nestes 41 anos foram muitos , alguns bordados, alguns que ficaram só no papel e foram reecritos , de outra forma , hoje estou aqui a ver o mar que vai e vem, assim como a vida quem diria isto há um ano atrás que eu estaria na praia hoje a comemorar mas um ano de vida , dentro de mim a várias gabys , a sereia do mergulho de hoje a tarde , a pirata em busca da felicidade da foto que estou bordado, dentro de mim há um pouco ou muito de todoas as pessoas que passaram pela minha vida, e hoje eu escolho seguir pelas águas da vida de maneira pura, que venha mas 41 anos … os 41 anos comemorado no apartamento 41

10 de setembro

Amanhã é dia 11 de setembro 

Amanhã… 

Hoje é dia 10 de setembro! 

Se alguém me perguntasse o que eu estava fazendo no dia 11 de setembro a vinte anos atrás eu saberia responder 

Mas se alguém me perguntasse o que eu estava fazendo no 10 de setembro a vinte anos atrás eu também saberia responder, eu sei até a roupa que eu estava culpa da memória fotográfica! 

Eu estava no aniversário da minha avó , em uma pizzaria de Moema 

Anos se passaram a mesma pizzaria continuou fazendo parte da minha vida , 

Hoje sei que não vai ter pizza e nem bolo , mas sei que de alguma este texto chegue !   vale a pena uma homenagem, minha avó me ensinou a escrever, e fez uma roupinha de bailarina para mim e me ensinou a gostar de café e groselha e biscoito de maisena tem coisa melhor … obrigada vó …  da sua única neta menina rsrsrs …  ( tá faltando meninas nesta família)  eu estava esperando o dia 10 para escrever .. escrever através de cada palavra que de alguma forma eu estou aqui ! 

Eu sou aceitação 

Eu sou aceitação 

Eu me aceito 

Eu sou aceitação 

Eu já a briguei com ela algumas vezes 

Digo com a aceitação 

Mas agora estamos de bem 

Caminhamos de mãos dadas 

Pelos campos floridos da vida 

Andamos entre flores mares  e estradas internas 

Construídas por cada retalho deste grande mosaico 

Que eu sou 

Eu me aceito 

Assim da forma que sou com os cabelos castanhos lisos com os meus inúmeros óculos , para 

enxergar o mundo melhor , falo no sentindo figurativo , por que no sentido abstrato eu vejo com o coração 

Eu me aceito assim com o pé um pouquinho para dentro , não tinha um jogador assim 

Então por que não uma bailarina ?

A arte da sapatilha 

A arte da bola 

A arte da vida 

A arte da transformação 

A arte da aceitação 

A arte de se aceitar 

Aceitar a nossa pintura refletida no espelho o profundo da alma 

A alma que se aceita no acender da luz mas pura do nosso ser mas intimo 

Os segredos da alma 

Eu sou aceitação 

 

Um planeta chamado terra

Era uma vez um planeta chamado terra
Muita gente mora lá
Eu também ela é dividida em muitos países, eu moro em um deles, um pais tropical, bonito por natureza, mas atualmente com muitos problemas, mas voltando a falar do planeta terra, era carnaval no meu país e começava, a chegar um vírus de outra parte da terra, lá pelo lado do oriente, que fica bem longe do meu pais bonito por natureza e com muitos problemas
E o vírus mudou tudo tivemos que nos adaptar a fazer tudo dentro de casa
Mas a esperança estava lá escondida no bater do coração na imagem da infância para que nunca possamos perder a fantasia
A esperança estava lá em cada flor, na aula de Ballet on-line
Estava lá nas flores a esperança
Esta aqui e ali
Esperando dias de mas alegria para o meu planeta, sim não sou o pequeno príncipe, eu reparto o meu planeta com muita gente afinal companhia e amor fazem parte dos humanos que habitam este pequeno planeta  azul que faz parte de um grande sistema solar ou será um pequeno sistema solar?
Bom isto já não sei ….
Sei que estou aqui a esperar a esperança
Terra planeta água
Terra planeta esperança

 

colagem

A colagem de hoje …. Eu e a ti ! E continuamos aqui nos duas !
Juntas sempre até na quarentena… e na maior paz e com muito amor também … vai passar …. Enquanto eu fazia a @zizafernandes cantava
Ziza obrigada por cantar o preço deste amor
Quanta estrada foi
Que andamos nesta vida
De abraços e encontros
De chegadas e partidas
Não existe amor maior
Que a coragem de dizer
Que um dia, se preciso for
Dou minha vida por você
Não existe amor maior
Que a coragem de dizer
Que um dia, se preciso for
Dou minha vida por você
Amigo a gente guarda
Mesmo que haja falhas
Quando Deus constrói um laço
O amor jamais acaba
Eu lhe trago em meu peito
Por amor e por direito
Mesmo que você jamais
Saiba o preço deste amor
Não existe amor maior
Que a coragem de dizer
Que um dia, se preciso for
Dou minha vida por você
Não existe amor maior
Que a coragem de dizer
Que um dia, se preciso for
Dou minha vida por você

um pequeno poema

Vai para o Jorge e sua sanfona
Devolvo de São Jorge
Vai para Maria do Rosário e sua voz doce
Vai para o João do olho azul
Vai entre azul de laranjeira do sul
Entre o vento de Catanduva
Vai entre os cristais de cristalina
Vai para os biscoitos mas doces
Que Castorina da terra dos cristais fazia
Vai para o interior da Adelina
Ou para a noite da barra funda do Antônio
Para os pinheiros do ar frio do Paraná
Para o pão de queijo do João

Aninha e carol

Aninha e carol

selecionando imagens para ilustrar os meus textos achei , a carol e a aninha perdidas entre tantas e tantas imagens do meu computador , ilustração feita com muito carinho de presente para um amigo , amigos presente que a vida nos da ….. amigo das imagens do por do sol , que ele tanto amava fotografar e eu adorava curtir , curtia todas , as fotos da aninha e da carol mereceriam muito mas que um coraçãozinho vermelhinho e sim muitos corações muitas borboletas mereciam um jardim inteiro de flores , Aninha e Carol suas netinhas, carol com seus olhinhos puxados e cabelos longos , Aninha com seus cabelos claros e olhos azuis como o mar , eu nunca as vi , mas observava a cada foto , a fotografia tem este poder magico de nos transportar para outros lugares , é assim fui transportada para o mundo de aninha e carol com suas bonecas e um dia transportei elas para uma ilustração minha …. um mundo cor de rosa e cheio de estrelas e nuvens coloridas um mundo onde ha a magia da infância .

Aparecida ……

 

Aparecida ……

um tema muito presente nos meus trabalhos como artista desde de sempre a nossa senhora dos romeiros , que chegam com seus muitos pedidos e agradecimento , quantas e quantas historias de idas e vindas , ha gente agradecendo suas curas suas graças alcançadas e outros graças que ainda viram , quantas e quantas historias tem dentro a imensa básica de aparecida santinha achada no rio por três simples pescadores que entram para historia….. a historia da santinha achada dentro de um rio entre são Paulo e rio de janeiro , nossa senhora da conceição que pela historia virou nossa senhora da conceição aparecida mas conhecida como nossa senhora aparecida , aparecida de um povo inteiro do Brasil e dos Brasileiros , muitas vezes estive na básica, fico tentando imaginar cada historia que tem por trás de cada rosto que param na frente da santinha para agradecer rezar ou apenas olha la com o olhar mas puro , pureza é palavra que para mim define….. pureza e leveza , o ar de aparecida tem isto um misto de pureza e leveza e fé …. fé de um povo e sua santinha achada na leveza e pureza de um rio ….

  O trem

O trem
Era um dia de calor de fevereiro e o sol brilhava com uma intensidade pela minha janela tocava a musica trem bala a musica fenômeno e fiquei tentando imaginar como seria uma ilustração daquela musica , então comecei a desenhar queria um trem quase de brinquedo daqueles de madeira da infância do interior onde as crianças brincam na rua de amarelinha esconde esconde , pulavam corda , jogam bolinhas de gude e tem aqueles cavalinhos de madeira e aquelas casinhas de boneca feitas com pecinha de madeira onde não é necessário ter um video game de ultima geração ou um celular , um mundo sem esta tecnologia toda , mas cheio de girassóis que de tão amarelos se tornam o próprio sol , onde ha espaço simplesmente para sonhar e onde a imaginação ganha um mundo próprio

3.7

3.7
Nasci em uma terça feira do mês de abril de 1981 , talvez perto da Páscoa com seus coelhinho e ovos coloridos , em um dia 7 número simbólico, a Branca de neve tem 7 anões , o gato tem 7 vidas , são 7 os anjos da guarda, nasci antes do tempo , pequena muito pequena e com os olhinhos azuis, até o meu aniversário de 3 anos fui filha única aí ganhei um irmão de presente e um violão, anos se passaram quis ser professora, jornalista, bailarina, mas virei artista e comecei a contar o meu mundo através das cores , mas a vida tem suas etapas aos 4 anos eu queria ser bailarina aos 7 professora , aos 16 jornalistas, aos 19 eu estava em duvida entre ser psicóloga ou artista mas a arte falou mas alto , aos 4 anos eu amava a moranguinho e minha festa de aniversário foi dela , aos 7 amava a Barbie e minha festa foi dela , a de 18 foi em um restaurante japonês , mas é abril ainda , agora abril de 2018 , e acabei de chegar nos 3.7 com o 7 das 7 vidas do gato dos anões da branca de neve , e este ano não teve festa da moranguinho ou da Barbie , mas teve realização da menina de 4 anos que um dia eu fui mas em vez do bolo da moranguinho teve um vestido rosa , e uma sapatilha , aos em vez do restaurante japonês teve a exposição da menina que sonhou em ser artista aos 20 anos e realizou o seu maior sonho no aniversário de 3.7 de fazer uma exposição que falava tanto da menina de 4 anos , da adolescente de 16 que sonhava em contar histórias como jornalista , sim na exposição tinha a moranguinho, tinha a bailarina, não tinha a Barbie mas tinha outras bonecas e tinha aquele mesmo olho azul , mas agora mas brilhante do que nunca realizando um sonho ou melhor dois a primeira grande exposição em uma galeria e o palco com suas luzes brilhantes e a música da bela adormecida , foi algo bem maior que a menina de 4 anos sonhou , foi algo bem maior que a menina de 20 anos sonhou foi algo bem maior que a menina de 37 sonhou ou melhor que agora a mulher de 37 sonhou, 37 só na idade por que dia 7 voltei aos 4 anos na manhã de sábado ensolarada na Av paulista com o meu vestido emprestado cor de rosa , e na noite quente do começo de outono voltei a ter 20 anos com a minha roupa vermelha e as minhas cores na parede , é mas que isto com a minha história na parede ..sonho em cor de rosa , sonhos em vermelho, sonhos multi coloridos