Arquivos da categoria: Quarentena

Dias de sol

Dias de sol

 Dias de céu azul

vento gelado, mar gelado, piscina gelada, tudo gelado, o chuveiro gelado e o sorvete também. 

O por do sol laranja A lua a brilhar 

A pracinha com muitas crianças a balança que vai e vem como o mar

A Nenê (a minha cachorrinha)a correr como um pequeno cavalinho. 

A amarelinha lá embaixo e o pipoqueiro O TikTok, talvez coisa de adolescente? porque não postar o meu trabalho lá e fazer uma conta para a Nenê?

 A blusa de frio da Branca de Neve 

A vida que vai Uma semana na praia com a ti e a Nenê Foi bom !

O gelado do mar 

O sorvete de chocolate 

A Nenê em baixo das cobertas e os ossos pelo caminho

Novas histórias escritas no computador

As asas da borboleta com as cores do céu

O seu vermelho do inverno 

O mar hora verde, hora azul 

O vento frio

 A borboleta na piscina e o seu azul de fundo. 

As árvores verdes na beira da praia.

 A vida que vai como as ondas do mar.

A lagarta /Metamorfose

Metamorfose

A lagarta seria eu ?

no percorrer da pandemia

eu fui fazendo caminhos e escolhas de transformações

como se  eu tivesse me descobrindo

Descobrindo uma nova versão de mim Mesma

Entre cores e muita arte

bordados , aquarelas , ilustrações ,  colagens , textos ect ….

isto tudo foi me ajudado a escrever novas historias

e deixar o passado no passado

fui descobrindo novos sonhos

foi um período que de certa forma me redescobrir

um precisava deste tempo

para deixar a largada virar borboleta e voar

a borboleta sair do seu baú para o mundo

um mundo novo de transformações

 

Era uma vez um caderno 

Era uma vez uma aula …

Era uma vez um caderno 

Um caderno de listras rosas com flores 

Com o Gaby escrito na capa 

Era uma vez um ano de aulas 

Histórias da vida real 

História de fadas , de monstro roxo com o arco íris na barriga 

A fafa Ayla , a branca de neve com anões a menos , a pequena sereia em outra versão, versões sem príncipes rs não gosto da versão do cavalo branco 

Histórias de momento de tristezas que deságuam nas linhas do caderno, o olho azul do meu avô paterno,  as histórias da máquina de escrever do meu avô materno! Os bordados as cores , história sobre o tempo , tudo lá no meu caderno de flores e listas … o caderno foi seguido seu fluxo! E chegou a fim , agora um novo caderno já está pronto para novas histórias … deste mesmo caderno saiu a ideia para escrever de outra forma o meu tcc …

Obrigada Lili por cada aula @lilianrferrari  obrigada pelo processo lindo da escrita

 

texto aula Pinky /Bel

Uma quarentena teria 40 dias ?

Será ?

A minha teve quase dois anos 

Pouco sair neste tempo todo 

Os detalhes da casa foram ficando mas presentes 

Detalhes…. coisas miúdas que as vezes passam em branco 

Nos dias de céu azul e correria de São Paulo

Detalhes …. memórias de tempos que foi  …

porem ainda  fazem parte do nosso dia a dia 

As santinhas de tantos nomes Rita , Terezinha

As nossas senhoras aparecida, Nazaré , Fátima  

Por que é de fé em fé  de sonho e de pó 

As bonecas do frozen … livre estou… como se fala no filme

Mesmo aqui ,  no mesmo lugar 

Livre com os meus bordados 

Com linha e agulhas 

Com pincéis e tinta 

Com as flores de caminho ou melhor com as flores de casa 

Orquidias de muitas cores 

Álcool gel para todos os lados  e máscaras coloridas 

Novos tempos, novos acessórios 

A caminha rosa da cachorrinha que não para pela casa 

A vida que vai passando entre um ifood e outro 

As aulas on line , a arteterapia , os estágios 

A terapia ,

a vida a caminhar entre quatro paredes mas aqui tem um pouquinho mas eu acho 

Os pássaros a cantar nas árvores 

A cachorrinha a correr 

O tempo que não para 

O tempo que vai no ritmo do bater do coração

Novas ideias , bordados que falam da pandemia, que falam de rios de mapas , de memórias,  

Detalhes cada um com sua histórias 

Ursinhos de alguma viagem para o outro lado do oceano 

Oceano que vai em vem 

Detalhes o violão parado no canto 

O violão que só sabe tomar com uma de um certo padre do interior 

A máquina de costura parada em outro canto da casa 

textos e mas textos escrito no meu caderno florido 

Estrelas do céu a bilhar 

O mundo que gira como uma roda gigante 

A tv a mostrar as histórias de uma pandemia sem fim 

Agora há uma luz 

A luz a bilhar 

As aulas on line

o Ballet on line a vida que dança 

A aquarela on line as cores e suas manchas 

Cores que foram colorindo dias de isolamento 

Cores , palavras , linhas , tecidos 

Um universo inteiro criado dentro de casa 

Casa meu pequeno laboratório de criatividade 

Os detalhes estão aqui e ali a acompanhar os meu pincéis e as minhas agulhas 

Remédio para Alma

Remédio

Remédio para Alma

Indicado

Para tirar as dores do mundo
Para dar mas leveza
Para respirar com mas calma
Para mas amor-próprio
Para aceitação pessoal
Para compaixão
Para uma empatia com sigo e com o outro
Para dar mas coragem
Para perdão
Para perdoar a si próprio e o outro

Modo de usar
Tomar três gotas pela manhã
Tomar duas gotas a noite

Contra indicação

Para pessoas chatas aquelas que nem o tempo consegue concertar
Para pessoas não querem mudança

Feito de :

100 gramas de muito amor
200 gramas de perdão
300 gramas de aceitação
400 gramas de esperança

 

Hoje

hoje 

Hoje faz frio aqui estou com um moletom da Bela e da Fera talvez um dos meus desenhos favoritos 

Hoje falei muito como falei 

Mas comecei o meu caminho em direção ao mar 

O mar azul como  o céu  azul 

Na verdade ė um caminhar um sonho 

Um sonho de respirar mas perto do mar 

Eu sinto que hoje estou um pouquinho elétrica 

Acho que há energia dentro de mim ,  há  um fio  e nele  passa muitas  correntes de vários  tons , que algumas  vezes estão mas para o vermelho ,  agitação pura como hoje 

As vezes a luz é verde e me deixa calma 

Ou azul como o céu ou como o ar 

O ar è azul ? 

Lembro de quando 

Éramos livres para dançar nos palcos da vida 

Vida que vai ..

Vida que vem 

Vida que roda como um grande carrossel a girar com seus cavalinhos coloridos 

A girar , girar

Vermelho 

Para esvaziar 

Uma bexiga destas de festas 

Poderia ser redonda ou do Mickey como a da minha infância 

E aquele ar lá dentro a ser movimentar 

O movimento e suas emoções 

Emoções que vão mexendo com agente 

As vezes é preciso calma 

Calma para ir esvaziando aos poucos 

E ir escrevendo novas historias 

Com o vermelho 

Girassóis

As palavras que vão pelo ar!
Que vão  correndo
Poesias e girassóis
Horas que vão com calma ao som do tempo!
Tempo que dança na calma das horas!
O girassol a brilhar
A menina a pular
1, 2, 3 cadê o girassol? Ele está lá a olhar a menina a pular!
Na dança das palavras
Na dança das horas
No som da vida
A bordar a pular
Pular as palavras
Palavras que nos transformam
A pular pela vida
Palavras que vão pelo ar!

Se a minha vida fosse uma musica ?

Se a minha vida fosse uma  musica ?

E se a minha vida  fosse uma  dança?

como eu  seria ?

As estrelas….

se a minha alma fosse música?

ela seria  como estrelas que flutuam pelo ar, pela terra….

O brilho das estrelas que dançam pelo espaço, a luz que nos orienta

Que nos move …..

Pelos movimentos que vão pelas luzes das estrelas

Se minha alma cantasse ?

Ela seria uma  luz a brilhar a iluminar caminhos nunca antes percorridos

O percorrer da alma atrás  de nossos sonhos escondidos na luz da alma
A nossa luz a nos orientar….

 

Um planeta chamado terra

Era uma vez um planeta chamado terra
Muita gente mora lá
Eu também ela é dividida em muitos países, eu moro em um deles, um pais tropical, bonito por natureza, mas atualmente com muitos problemas, mas voltando a falar do planeta terra, era carnaval no meu país e começava, a chegar um vírus de outra parte da terra, lá pelo lado do oriente, que fica bem longe do meu pais bonito por natureza e com muitos problemas
E o vírus mudou tudo tivemos que nos adaptar a fazer tudo dentro de casa
Mas a esperança estava lá escondida no bater do coração na imagem da infância para que nunca possamos perder a fantasia
A esperança estava lá em cada flor, na aula de Ballet on-line
Estava lá nas flores a esperança
Esta aqui e ali
Esperando dias de mas alegria para o meu planeta, sim não sou o pequeno príncipe, eu reparto o meu planeta com muita gente afinal companhia e amor fazem parte dos humanos que habitam este pequeno planeta  azul que faz parte de um grande sistema solar ou será um pequeno sistema solar?
Bom isto já não sei ….
Sei que estou aqui a esperar a esperança
Terra planeta água
Terra planeta esperança