Arquivo da tag: aquarelas

O palco

O palco

Hoje pela manhã minha professora de ballet perguntou-me se eu gostava de dançar no palco? Sim eu gosto, gosto das luzes a bilhar, da música. A tocar, gosto do (cor) de rosa da maquiagem, que nunca uso , gosto de ajudar a professora das crianças, cortar as cordinhas das sapatilhas mirins, porém este ano não tive coragem por causa da pandemia, mas gosto dançar e esquecer que lá, no fundo do teatro com cadeiras vermelhas há uma plateia, eu gosto de sentir as luzes, não gosto de ser vista, mas gosto do palco, vai entender, outro dia uma professora minha que admiro e tem uma carreira no teatro, disse que eu tinha uma voz doce para gravar vídeos apesar da minha timidez, talvez seja as flores do caminho, talvez seja a alma a dançar,.

O bicho

Eu estava no escritório ou melhor  na parte da casa que transformei em atelier na pandemia, na verdade já tinha feito isto um pouquinho antes da pandemia 

E  lá estava arrumando as minhas linhas 

Quando de repente entra um bicho voando pela janela 

Sai correndo fechei a porta 

E fui chamar a ti ! 

Eu tem um bicho  lá no escritório e faz barulho 

Ela um morcego? 

Eu não sei é grande 

E ela foi ela tentar matar o bicho para mim 

Eu não entra aí o bicho vai te pegar 

E a ti mas como assim é  grande desse jeito! 

Eu grande faz barulho e deve morder 

A ti não é possível 

Ela pegou o veneno a vassoura e foi lá tentar matar o bicho 

E nisto o bicho entra no meio dos meus papéis de aquarela , peguei o veneno e comecei a jogar ! 

E foi veneno para todo lado no iPad no meu caderno da pós no chão 

E no final a ti matou o bicho 

E ela vira para mim e fala este escândalo todo era só por causa de um besouro? 

Sim ! 

Aí a ti  como você vai cuidar de uma cachorrinha se você tem medo de besouro 

A cachorrinha não pega o besouro? 

E tinha prometido que iria pintar o besouro para ti ! Aí está ! 

 

Anjo da guarda

Uma Aquarela para terminar a noite!

Que o anjo da guarda nos proteja

Que proteja #manaus

Que proteja o mundo

Que nós salve

Que possamos abraçar logo as pessoas

Que o anjo da guarda nós traga a vacina

E o ar

Por que estes nossos governantes do Brasil não estão nem aí para o seu povo

Então você meu anjinho da guarda ….nós ilumine.. por que tenho certeza que a luz voltará a brilhar

Que o mundo se livre o vírus e o Brasil do vírus e deste desgoverno !

Que a paz volte a reinar!

A menina com medo ……

Eu estou quase um ano dentro de casa …..

e fui fazendo os meus trabalhos , escrevendo os meus textos , e tinha publicado os trabalhos por mês , mas cada um tem uma historia …

 

então resolvi fazer a serie de pequenos textos por trabalhos e ir contando um pouco ……..

 

cada um com seu titulo e sua historia ……

 

a aquarela que fiz logo  no começo da pandemia

a menina com medo do corona vírus !!!!!!

o medo , o que aconteceria ?

como seria o mundo ?

o novo normal !

o que é o novo normal ?

quando isto tudo acaba ?

melhor então se esconder ?

Será que assim passa ?

será que os dias acabam mas rapidamente assim ?

era um momento de muitas dúvidas e poucas respostas

Gosto da simplicidade

Gosto da simplicidade
De andar descalça
De andar de chinelos de borboletas
De tomar um café quente
De abrir geladeira e pegar uma água de coco
De bordar e desenhar no chão
De olhar as cores da casa
De olhar o céu pela sacada
De comer uma coxinha
Ou um doce qualquer
Gosto de ficar olhando o caminho das manchas no papel de aquarela
Gosto de assistir qualquer desenho da Disney
Mas gosto também de filosofia
De livros infantis
De livros que nós tragam ensinamentos para vida
Gosto de cor de rosa
E de vermelho também
E do Azul  a cor do céu e do mar
Gosto de bordar a minha  vida
Gosto de bordar histórias
Gosto de histórias de escutar histórias de vida
Vida que nestes tempos ficaram tão por meios  fios
Gosto de dar presentes
Gosto de olhar a ti , só olhar para ter certeza que ela sempre está por perto
Gosto de pintar flores
Gosto de flores
Gosto de dançar
E gosto do cheiro do café e do  cheiro cloro por que me lembra a piscina da natação
Gosto de olhar a ti e suas orquídeas
Gosto de uma música boa !
Das notas calmas !
Gosto de olhar as minhas santinhas lá do quarto
Meu altar particular
De olhar os quadros coloridos do corredor
Mas gosto mesmo de andar descalça