Arquivo da tag: ARTES

trabalhos uma historia …..

Era uma vez …..

ou melhor era um dia de sol,  adolescente  que eu era adorava uma piscina, quando eu vi um cartaz no mural do clube sobre aula de pinturas e foi assim que comecei…. e não parei mas… as cores me pegaram

durante o caminho fui aprendendo coisas novas comecei pintando uma igrejinha que ficou com a cruz torta , e com um pouco de coca – cola por que eu tomava coca- cola , e pintava ao mesmo tempo … depois pintei um urso amarelo que fica aqui no meu quarto  me fazendo companhia

um pouquinho mas tarde encontrei um professor que pintava no estilo naif e o naif me levou além a menina criada na cidade , começou então a pintar plantações de algodão,  colheitas , festas populares , e me apaixonei pelo mundo das cores do naif , deixei de lado o urso amarelo , a igreja de cruz torta , as bonequinhas o mundo da pre adolescente para entrar na adolescência acompanhada da arte Naif e sua cores

entrei na faculdade de psicologia mas não teve jeito era a arte que eu queria ….

então resolvi sair da psicologia e entrar de cabeça no mundo das artes …

fiz faculdade de artes ….  depois fui estudar no Tomie othake lá sim foi minha grande escola

fiz exposições ganhei ate prêmios o primeiro aos 17 anos .. fiz exposições fora , Inglaterra, Canada ,  individuais como a exposição memórias afetivas um marco na minha vida como artista a minha exposição mas importante até aqui, entrei na galeria Verarte , da Vera simões a curadora da exposição memórias afetivas  e também da exposição de Aparecida uma homenagem a nossa senhora Aparecida

neste meio tempo me aventurei na fotografia mas isto ja ė um capítulo a parte

entre os meus professores estão Deborah Paiva com quem aprendi muito , João sotta , o mestre da arte naif , Soraya Mattos que me ensinou como caminhar entre as cores do mundo digital , Catarina Gushiken uma divisão de água no meu trabalho e na minha vida pessoal e como artista , Cirton Genaro meu professor e querido mestre até hoje e Pinky Wainer que me ensina a ir em frente com coragem …. e Renato Dib  a uns 3 anos me aproximei da arte têxtil e não parei mas ….

Influência sim tive muitas  sempre fui mas ligada na arte brasileira não sei o motivo disto, mas foi uma coisa que foi caminhando com naturalidade

Leonilson , Bispo do Rosario ,  Leda Catunda , Adriana varejão , Ana Egreja , Nelson Leneir , Beatriz Milhazes , Djanira da motta e Silva , volpi , Rosana Paulino

kiki smith,  Sheila Hicks , Frida Kahlo , Diego Rivera , Leonora Carrington , Marc Chagall entre outros nomes

abaixo uma pequena linha do tempo dos meus trabalho

o começo uma coisa bem adolescente……. quadro de 1998

quadros feitos entre 2001 e 2003 , o caminho pelos temas populares da arte naif

Série toda acrilico sobre tela

a tentativa de caminhar pelas paisagens 2004

Óleo sobre tela

uma passagem  de um ruptura  total , logo após o Tcc , uma pesquisa sobre o corpo humano , a tentativa de ir mas ao fundo nos temas -2005

da serie corpo humano 2005

da serie copo humano – corações e vulcões 2006

serie toda acrílica sobre tela

da serie corpo humano para serie jardim secreto 2007

\

quadros de feitos entre 2007 e 2008 – as flores do meu jardim secreto

serie toda acrilica sobre tela

serie após jardim secreto rendas  e flores e santos 2009 um começo para a serie universo particular – colagem e tinta acrílica

serie universo particular ….. um pouco do meu próprio universo – santos , bonecos , Alice , pequeno príncipe flores muitas flores – colagem e tinta acrílica –  2010

A volta a pintura após um período  muito complicado a volta nas flores – 2014

neste periodo fiz mas colagens e alguns desenhos

trabalho de 2015 as meninas

outro trabalho de 2015 , depois de um período difícil a busca pelo feminino a busca das flores do caminho

de 2015  a busca do feminino

as colagens em 2015 fiz um caminho pelas colagens buscando o feminino os contos de fada

uma exposição no Tomie othake  2015

serie Lady DI de 2015

serie flores do caminho 2016

o começo da serie memórias final de 2017

a partir da serie memórias afetivas há uma virada no meu trabalho ,  a serie memórias afetivas não só composta de pinturas e sim com pinturas , ilustrações digitais , bordados , aquarelas , um livro …

aquarelas e monotipia da serie memórias afetivas

serie memorias afetivas ilustrações digitais

alguns dos bordados da serie  feitos entre 2017 e 2019

uma pintura da serie memórias afetivas

Exposições memorias afetivas – realizadas pela vera simões

Exposição memorias afetivas no metro

Exposição em Aparecida realização galeria verarte

serie nossa senhora feita entre 2017 e 2019 algumas especiais para a exposição de Aparecida

serie nossa senhora ilustrações para a exposição de nossa senhora em Aparecida

 

bordados da serie contos de fada – 2019 para a exposições bordados Afetivos

serie bordado e ilustrações  do corpo humano eu e as minhas questões

bordados da exposições – bordados afetivos realizada em maio de 2019 na casa de Portugal em São Paulo  curadoria – Vera simões ….

     

bordados  serie releitura  2018 – 2019

serie fragmentos da minha historia cores do meu universo- acrílica sobre tela – serie ainda em andamento assim como toda serie dos bordados

abaixo algumas ilustração minhas feitas dia a dia , ilustração feitas em dia de de santos , em datas especiais … mas todas tem um pouco da minha historia é uma forma de chegar no outro com as minhas cores  – serie ainda em andamento – ilustrações digitais

 

abaixo a serie de aquarelas também em  processo

serie princesas e rainhas – serie para uma futura exposição em 2021

colagens – também series em processos

 

outras colagens – meu mundo colorido

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

colagem

A colagem de hoje …. Eu e a ti ! E continuamos aqui nos duas !
Juntas sempre até na quarentena… e na maior paz e com muito amor também … vai passar …. Enquanto eu fazia a @zizafernandes cantava
Ziza obrigada por cantar o preço deste amor
Quanta estrada foi
Que andamos nesta vida
De abraços e encontros
De chegadas e partidas
Não existe amor maior
Que a coragem de dizer
Que um dia, se preciso for
Dou minha vida por você
Não existe amor maior
Que a coragem de dizer
Que um dia, se preciso for
Dou minha vida por você
Amigo a gente guarda
Mesmo que haja falhas
Quando Deus constrói um laço
O amor jamais acaba
Eu lhe trago em meu peito
Por amor e por direito
Mesmo que você jamais
Saiba o preço deste amor
Não existe amor maior
Que a coragem de dizer
Que um dia, se preciso for
Dou minha vida por você
Não existe amor maior
Que a coragem de dizer
Que um dia, se preciso for
Dou minha vida por você