Bordado

Bordar ,

ornamentar tecidos com fios , decorar, espalhar cores formas , colorir , ornar , enfeitar , segundo o dicionário mas para mim é muito mas que tudo isto , é contar um pouquinho da minha história através de cada ponto , de cada cor , bordo minha própria memória, histórias de vida , história de afetos , histórias de amor , bordo meu próprio universo minhas santinha as minhas nossas senhoras , a de Aparecida a de Fátima a da Penha, de Nazaré , bordo viagens o espantalho de Atibaia, a casinha de São João del Rei , a fada tirada dos livros infantis, a princesa do filme dos anões a chapeuzinho sem o lobo , as histórias da Tereza , as histórias da ti , os meus sobrinhos, as crianças da roda homenagem ao meu querido e eterno professor de pintura , bordo o corpo humano , a bexiga os rins os pulmões, o Ballet a coppelia , o quebra nozes , o jardim com suas notinhas musicais as irmãs de mão dada a vida , para mim bordar não é só um passa tempo é uma coisa mágica e tirar lá do fundo sentimento e cores , nesta Exposição tem bordados dos últimos 2 anos feitos durante horas a fio ponto por ponto , de sábado à noite no domingo de sol no domingo de chuva, na segunda depois de alguma aula em fim bordar para mim é uma parte de mim mesma , para a menina que pinta desde adolescente mas que nunca tinha pegado na agulha , o bordado virou um dos seus maiores prazes e hoje sinto até orgulho quando alguém me chama de bordadeira , a pintora que pinta com os seus tubinhos a fotógrafa que pinta com a luz agora bordadeira que transforma a sua agulha em pincel esta exposição é muito mas que uma exposição é um sonho …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *